Capa do artigo: Como contratar um colaborador em 5 passos + 5 dicas de contratação

Como contratar um colaborador em 5 passos + 5 dicas de contratação

Os funcionários são os principais responsáveis pelo sucesso de uma empresa. Por isso, é essencial encontrar as pessoas certas para as vagas oferecidas. Se você tem dúvidas de como contratar um colaborador, confira as dicas da Allmark.

Você sabe como contratar um colaborador? Pode parecer fácil, mas a tarefa envolve muito planejamento prévio. É responsabilidade do recrutador conhecer o perfil da vaga, os valores da empresa, além de organizar o dia da entrevista.

Tudo isso envolve dinheiro, energia e tempo. E, caso não haja organização, ou o candidato não se enquadre à vaga, a contratação será um gasto desnecessário. Sabia que uma demissão pode custar até 15 vezes o valor do salário do funcionário demitido? Mas, não é só isso.

Uma contratação errada só traz malefícios à empresa, como baixa produtividade e choque na saúde organizacional. Por isso, é tão importante saber como contratar um colaborador. Afinal, é apenas com funcionários eficientes que um negócio alcança o sucesso.

Como contratar um colaborador em 5 passos

Para te ajudar a ter um processo simples e objetivo, separamos cinco passos sobre como contratar um colaborador.

1. Defina o perfil do profissional

É muito importante ter clareza sobre o perfil do profissional que a empresa está procurando. Considere qual será seu cargo, quanto de experiência é necessário, cursos e especializações, nível escolar, entre outros detalhes.

Mas, não se limite apenas a isso. Vá além e investigue se os ideais do candidato são semelhantes aos da empresa.

2. Use as redes sociais para investigar

As redes sociais são excelentes auxiliares na busca por pessoas qualificadas. A dica é usar o LinkedIn para descobrir a fundo a vida profissional do candidato. Já o Facebook e Twitter devem ser usados para entender o lado pessoal e a personalidade.

Verifique como ele interage com outros usuários, qual seu estilo de vida e interesses pessoais.

3. Analise os currículos com atenção

Durante o processo de seleção, avalie bem todo o currículo do candidato. Cheque cursos complementares, especializações, experiências anteriores, distância entre a moradia e o local de trabalho.

Se necessário, anote pontos relevantes para abordar durante a entrevista oficial. Assim, você garante que todas as dúvidas serão sanadas.

4. Planeje a seleção

O planejamento da seleção é indispensável. Isso porque cada vaga exige um processo diferente. Se está procurando um jornalista, por exemplo, um teste escrito será de maior valia. 

Além dele, é possível realizar entrevistas e dinâmicas em grupo. Caso esse detalhe não seja resolvido, a contratação estará fadada ao fracasso.

5. Foco na entrevista individual

Prepare um roteiro completo para a entrevista individual com os candidatos que passaram nas primeiras fases do processo. Durante a conversa, fale sobre a cultura empresarial e dê espaço para que o profissional fale sobre sua vida pessoal.

Não se esqueça de fazer as perguntas pontuadas anteriormente, durante a análise do currículo.

Mais 5 dicas de contratação para não errar de jeito nenhum!

Como contratar um colaborador faz sua empresa alcançar o tão almejado sucesso, é importante estar atento a outros detalhes envolvidos no processo de contratação.

1. Divulgue a empresa na internet

Empresas com uma boa visibilidade on-line atraem bons profissionais. Por isso, esteja sempre ativo nas redes, compartilhando fotos, vídeos e bastidores sobre a empresa e os colaboradores que já fazem parte da cultura empresarial.

2. Fique atenção às indicações internas

Indicações internas nunca devem ser dispensadas. Isso porque os funcionários já conhecem a empresa e, por isso, têm maior clareza sobre quem se adequará melhor ao ambiente de trabalho.

3. Busque referências

Se visitou as redes sociais de um candidato on-line e ficou interessado em chamá-lo para uma entrevista, outra dica valiosa é entrar em contato com antigos chefes. Assim, você conhece melhor o perfil do possível contratado.

4. Crie um banco de dados

Após encontrar o candidato ideal para o cargo, não dispense aqueles que não foram selecionados. Na verdade, guarde todos os currículos num banco de dados. Então, sempre que precisar de um novo funcionário para integrar o time, você já sabe onde procurar.

5. Otimize o tempo com sistemas de contratação online

A internet trouxe uma série de benefícios aos recrutadores. Além de buscar profissionais qualificados para vagas da empresa, hoje também é possível otimizar o processo de seleção.

Alguns sites especializados fazem a triagem prévia de currículos. Essa é uma ótima opção para empresas muito conhecidas, com alta demanda. Dessa maneira, economiza-se tempo na rotina para planejar outros detalhes, como a seleção e a entrevista.

Agora pode ter certeza que contratar o melhor colaborador para o seu negócio não será mais um problema! Continue na Allmark e confira mais dicas para ter uma marca de sucesso:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

seis + 9 =

Monitoramento de marca no INPI: o que é? 5 motivos para fazer

Após o registro de marca concedido, entenda o que é e por que investir no serviço de monitoramento de marca no INPI. Imagine que, depois de muito planejar, você tira o seu negócio do papel. Escolhe a marca, faz o devido registro no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), cria a identidade visual, desenvolve o […]

LEIA MAIS
Capa do artigo "Como funciona a lei de copyright? Descubra a importância do registro"

Como funciona a lei de copyright? Descubra a importância do registro

Garantir a proteção dos direitos autorais da sua produção evita dores de cabeça derivadas de cópias, plágios e reproduções indevidas. Confira como funciona a lei de copyright e por que investir no registro agora mesmo! Você já ouviu falar em copyright? O termo é extremamente relevante, pois garante a proteção do autor e de sua […]

LEIA MAIS

Lojas virtuais e cursos online precisam do registro de marca?

O mercado digital está crescendo e com ele as dúvidas com relação à necessidade de regularização no ambiente virtual Uma dúvida comum a muitos empreendedores digitais é quanto à necessidade de regularização do registro de sua marca e a resposta não poderia ser outra: claro que precisa! Ao contrário do que se diz, a internet […]

LEIA MAIS