Capa do artigo "Como fazer rebranding em 3 etapas simples e poderosas para o seu negócio"

Como fazer rebranding em 3 etapas simples e poderosas para o seu negócio

Atualmente, uma das dúvidas mais frequentes de empreendedores é como fazer rebranding. Por que este tema vem sendo tão buscado? A prática funciona para empresas que desejam mudar sua marca e se aventurar em uma nova identidade.

Neste contexto, o processo de reclusão social que vivemos nos últimos anos contribuiu para o avanço tecnológico e fez com que muitas empresas buscassem novas formas de se apresentar ao seu  público.

O Boticário, o Google e a Latam, por exemplo, são grandes empresas que já adotaram o processo de rebranding em suas marcas. Você quer saber mais sobre esta tática?

Neste artigo, apresentamos o conceito deste processo, quando utilizar esta estratégia e como fazer rebranding em 3 etapas. Confira!

O que é um rebranding

Antes de tudo, precisamos entender o que é branding. A palavra em inglês significa marca e o conceito refere-se a imagem que as pessoas têm de uma empresa e dos produtos ou serviços que ela oferece.

Neste sentido, o branding é muito usado para gerar conexões entre uma marca e o público. Englobando uma coleção de fatores que desenvolvem emoções, sentidos e memórias que visam criar todo um universo sobre a marca.

Se branding é um conjunto de estratégias que fortalecem uma marca, então, rebranding serve para ressignificar isso, apresentando um novo posicionamento da empresa no mercado.

Para esclarecer este conceito, consultamos o Dictionary Cambridge que define rebranding como “o ato de mudar a maneira como uma organização, empresa comercial ou produto aparece ao público.”

Portanto, rebranding é um conjunto de ações estratégicas que focam em redefinir e atualizar a identidade de uma marca. Vale destacar que existem três tipos de rebranding: parcial, evolutivo e revolucionário.

  • Parcial: como diz o nome, somente mudanças parciais na identidade da marca, mais usado em atualização na identidade; O Boticário é um exemplo.
  • Evolutivo: trata-se de pequenas mudanças ao longo do tempo e, algumas vezes, são bem sutis. As mudanças do Google encaixam neste nível;
  • Revolucionário: marcado pela mudança total de identidade da marca, como é o caso da Latam, criada após fusão da empresa Tam e Lan.

Quando fazer rebranding?

Engana-se quem pensa que somente empresas com anos de mercado devem recorrer a esta estratégia. A verdade é que o rebranding não possui uma relação com tempo de mercado e existem muitas situações em que ele pode ser aplicado, por exemplo:

  • A empresa passa por uma mudança muito grande, como uma fusão;
  • Necessidade de maior abrangência do público-alvo;
  • Risco iminente de falência;
  • Desejo de mudança de nicho ou público;
  • Ampliação de mercado;
  • Fator externo ou interno que afetou negativamente a marca;
  • Mudança de líderes;
  • Desassociação da concorrência.

Enfim, esses são só alguns exemplos que um rebranding se faz necessário. No entanto, ressaltamos que esta estratégia precisa ser realizada todo ano. Isso não quer dizer que uma empresa irá mudar sempre, mas ela é feita como medida de manutenção de marca.  

Desse modo, você estará monitorando e identificando se sua identidade de marca continua consistente e coerente com seu público-alvo, focando sempre em melhores resultados.

Mas, como fazer rebranding, afinal?

Antes de partir para a estratégia, lembre-se que toda ação exige um planejamento. Entretanto, a solução só funciona se existe o reconhecimento do problema. Portanto, o primeiro passo é realizar um diagnóstico completo do cenário de sua empresa.

Então, verifique os motivos das mudanças, busque informações relevantes, trabalhe com feedbacks e realize informações que identifiquem como a marca está sendo assimilada pelas pessoas.

Com isso, defina que tipo de rebranding sua marca precisa, total ou parcial. Após essa decisão, veja como fazer um rebranding em nosso passo a passo.

1.º Passo: Definição

Só depois de ter clareza dos motivos de comportamento de seu consumidor, comece a planejar quais mudanças a marca terá. Por exemplo, a identidade visual é um dos fatores mais marcantes de uma empresa.

Isso porque, é por meio dela que os consumidores criam a primeira percepção sobre sua marca. Portanto, pense muito bem em sua paleta de cores, logotipos, tipografia, mascotes, entre outros elementos.

Diante disso, saiba que essas escolhas não são aleatórias. Visto que elas dependem do seu objetivo e você precisa definir um conceito antes de decidir quais mudanças serão realmente feitas. 

Contudo, você precisa definir as estratégias em todos os elementos que compõem uma marca. E, precisamos ressaltar que são vários, veja alguns:

  • Cores, logotipos, nomes, slogans, ícones de aplicativos, mascotes;
  • Materiais gráficos, produtos, suportes, atendimentos, serviços;
  • Processos, pós-vendas, redes-sociais, sites, colaboradores;
  • Experiência, valores, missão, deveres e função social. 

2.º Passo: Implementação

Após definir as estratégias, chegou o momento de implantar tudo que foi planejado no passo anterior. Comece adotando a nova identidade visual se posicionando em canais de mídias relevantes.

Na era digital, existem diferentes maneiras de se comunicar com os consumidores. Então, utilize todos eles para divulgar o novo posicionamento de sua marca, como as redes sociais, o site, o e-mail marketing e o blog, por exemplo.

Algumas empresas optam por criar campanhas de lançamento, facilitando a conexão da nova identidade da marca com seu público-alvo.

3 º Passo: Análise

Após investir no processo de como fazer rebranding, você espera um bom resultado. Por este motivo, busque traçar objetivos quantificáveis e meça a performance de sua ação.

Nesta etapa, foque em realizar um monitoramento social, utilizando técnicas de mensuração de brand awareness

Vale destacar que o processo de rebranding é longo e permite a realização de otimizações, conforme as necessidades.

É o momento de fazer um rebranding?

Neste artigo, você entendeu o conceito, percebeu a importância e viu como fazer rebranding. Embora muitas empresas usam esta estratégia, o rebranding exige cautela, planejamento e muita pesquisa.

Para se ter ideia, algumas empresas passam anos pesquisando e elaborando um projeto de reestruturação de marcas. Afinal, um início objetivo e claro é um dos passos fundamentais para o sucesso desta estratégia.
Por fim, se você tem interesse em fortalecer sua marca e realizar um rebranding eficiente, conheça a Allmark. A empresa é especialista no assunto, com quase duas décadas atuando no mercado, ajudando marcas que desejam viver em seu máximo potencial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Capa do artigo "Saiba tudo sobre o registro de marca nominativa: o que é, exemplos e como solicitar a proteção"

Saiba tudo sobre o registro de marca nominativa: o que é, exemplos e como solicitar a proteção

O registro de marca nominativa garante a proteção do nome do seu negócio, na sua área de atuação. Descubra as principais vantagens, exemplos reais e como solicitar o registro, para evitar cópias. A solicitação do registro de marca é um dos passos mais importantes na vida de qualquer criador. Afinal, o ato garante a proteção […]

LEIA MAIS
6 requisitos para registro de marca que você precisa conhecer agora

6 requisitos para registro de marca que você precisa conhecer agora

Se você possui uma marca, certamente pensa em protegê-la evitando que outras pessoas utilizem o mesmo nome ou representações visuais que possam causar confusões em seu público. O primeiro passo para esse processo é conhecer os requisitos para registro de marca. No Brasil, o órgão responsável por analisar os pedidos de registro e conferir a […]

LEIA MAIS
Capa do artigo "O que é sobrestamento da marca: veja o que fazer e como evitar esta situação"

O que é sobrestamento da marca: veja o que fazer e como evitar esta situação

O sobrestamento é um exemplo da alta competitividade no mercado. Essa palavra difícil possui um significado bastante simples: pausa. Como assim? O que é sobrestamento da marca? Isso quer dizer que o seu pedido de registro de marca será adiado. Mas, por quê?  Logo agora que você entendeu a importância de ter uma marca registrada, […]

LEIA MAIS