Como proteger sua marca: 7 estratégias poderosas e eficientes

Como proteger sua marca: 7 estratégias poderosas e eficientes

Saber como proteger sua marca é uma informação muito importante para qualquer empresário que deseja garantir o direito de exclusividade da sua propriedade.

Mas a verdade é que não existe apenas um jeito de fazer essa proteção. Por isso, elaboramos esse conteúdo para que você conheça as melhores estratégias para proteger a sua marca e ficar livre de dores de cabeça, boa leitura!

O que significa proteger sua marca?

Antes de saber como proteger a sua marca, você precisa saber o que isso significa. Proteger uma marca é o ato de garantir a sua exclusividade por seu proprietário e detentor, evitando o uso não autorizado e uma possível confusão por terceiros.

Essa prática envolve uma combinação de medidas legais com outras estratégias para proteger a sua marca.

Qual a importância de se proteger uma marca?

Agora que você já sabe o que significa proteger sua marca, entenda qual a importância desse processo:

  • Propriedade intelectual: proteger uma marca permite que a empresa tenha propriedade exclusiva sobre a marca e evite o uso não autorizado por terceiros. Isso ajuda a garantir a integridade da marca e a evitar danos à sua reputação;
  • Proteção contra infrações: a proteção da marca permite que a empresa tome medidas legais contra terceiros que usem a marca de forma não autorizada ou confusa, ajudando a proteger a marca contra possíveis danos;
  • Distinção: a proteção da marca permite que a empresa se distinga de seus concorrentes e se destaque no mercado. Isso ajuda a construir uma identidade única e forte para a marca, influenciando a decisão de compra;
  • Valor da marca: saber como proteger sua marca e colocar estratégias para isso em prática aumenta o valor da marca a longo prazo, fator importante caso a empresa decida vender ou licenciar a marca no futuro;
  • Confiança do consumidor: proteger uma marca ajuda a garantir a confiança do consumidor na marca e na qualidade dos produtos ou serviços oferecidos pela empresa;

Ou seja, a proteção da marca não é importante apenas para garantir os seus direitos sobre ela, mas também é fundamental para seu sucesso.

Afinal, a proteção é o primeiro passo para fazer com que ela seja reconhecida pelo público como uma marca única e distinta, associada ao proprietário ou detentor da marca e seus produtos ou serviços.

Estratégias para proteger a sua marca

Está convencido sobre qual a importância de se proteger uma marca? Descubra agora como fazer isso a partir de 7 estratégias.

1. Registre sua marca

O registro da marca é o primeiro passo para proteger a sua marca, e também o mais importante. Ele dá à empresa direitos exclusivos sobre a marca e ajuda a evitar o uso não autorizado por terceiros.

No Brasil, esse registro é feito através do INPI - Instituto Nacional da Propriedade Intelectual, que recebe os pedidos de registro, os analisa e dá seu parecer sobre a aprovação ou não do registro.

Se a sua marca for aprovada, o Instituto garante uma proteção de 10 anos ao seu uso de maneira exclusiva, que pode ser prorrogado por mais 10 ao final do período e assim sucessivamente.

2. Proteja seus direitos autorais

Além do seu nome, não se esqueça de incluir na sua proteção todos os elementos da sua marca, como logo, patente do produto, desenho industrial, tipografias, slogans e até mesmo as suas cores.

3. Use sua marca consistentemente

Muitas empresas acham que o simples registro no INPI já é o suficiente, mas saber como proteger a sua marca vai além disso. É necessário pensar em estratégias que tornem a sua marca consistente.

Para isso, você deve usar a sua marca em todas as suas comunicações e materiais, seja os internos ou externos. Isso fará com a sua marca comece a ganhar força, sendo reconhecida pelo público e se tornando mais difícil de copiar.

4. Monitore marcas similares 

Encontrar uma marca similar no mercado pode ser comum em certas áreas de atuação, mas é preciso manter um limite entre essas similaridades.

Se você achar que elas estão ultrapassando a barreira da sua exclusividade, como através de logos, cores e tipográficas parecidas, a fim de confundir o público, não exite em procurar o seu direito.

Veja no próximo tópico como tomar medidas em caso de concorrência desleal.

5. Tome medidas legais caso necessário 

Medidas judiciais podem ser tomadas contra terceiros que utilizam a sua marca de forma não autorizada ou a fim de criar confusão entre o público.

Nesse caso, o INPI também é responsável por receber e julgar os pedidos de uso indevido da sua marca protegida pelo órgão

Inclusive existem processos em que você pode pedir a nulidade de uma marca antes de ela ser registrada pelo INPI ou logo após o seu registro caso você consiga comprovar a concorrência desleal, esse processo é chamado de oposição ao registro de marca.

6. Tenha acordos de licenciamento claros 

O entendimento de como proteger a sua marca diz respeito também a quando ela é utilizada por terceiros de maneira autorizada, através do licenciamento de marca.

Se você decidir licenciar sua marca, certifique-se de ter acordos de licenciamento claros e detalhados para garantir o uso apropriado da marca.

Você não vai querer a sua marca atrelada a produtos que você não autorizou ou representada de uma forma diferente daquela que você idealizou, por isso faça bons acordos e mantenha o monitoramento.

7. Treine seus colaboradores

Por fim, ensine os seus colaboradores sobre a importância de proteger a marca e como fazê-lo, incluindo a utilização consistente da marca e colaborando com a denúncia de possíveis infrações.

Dê o primeiro passo para proteger a sua marca

Saber como proteger sua marca envolve diferentes estratégias, mas como você viu, a que deve anteceder as demais é o registro da marca.

Para garantir que esse registro seja feito da maneira correta e aumentar as suas chances de sucesso junto ao INPI, você pode recorrer ao auxílio especializado.

A Allmark está presente no mercado há quase duas décadas, ajudando milhares de marcas a conseguir os seus registros. Entre em contato e saiba mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Capa do artigo "Entenda como funciona o registro de marca figurativa: quais suas classes, exemplos e como registrar"

Entenda como funciona o registro de marca figurativa: quais suas classes, exemplos e como registrar

Você sabe como funciona o registro de marca figurativa? O Registro de Marca é um passo essencial para quem quer ter segurança na hora de divulgar sua marca. No entanto, para registrar no INPI, é preciso definir que tipo de marca você deseja: Mista; Nominativa; Figurativa; Tridimensional. Neste artigo, você saberá o que é marca […]

LEIA MAIS
Descubra o que é Protocolo de Madri, sua importância e mais

Descubra o que é Protocolo de Madri, sua importância e mais

Você deseja expandir a atuação da sua marca e deter os direitos sobre ela em outros países além do Brasil? Saber o que é Protocolo de Madri é fundamental na hora de tomar essa decisão. Permitindo que marcas sejam registradas em 129 países de maneira facilitada, o Protocolo foi assinado pelo Brasil em 2019, permitindo […]

LEIA MAIS
O que é patente de modelo de utilidade e quais são as suas características

O que é patente de modelo de utilidade e quais são as suas características

Ao fazer o registro de uma criação intelectual junto ao INPI, dois modelos de patente são apresentados, e apenas um deles deve ser escolhido, o de utilidade e o de invenção. Se você inventou algo, a sua dedução pode pender para a patente de invenção, mas, para evitar erros, é fundamental saber o que é […]

LEIA MAIS